Blog ProgramaThor

A plataforma de recrutamento para programadores pensada por programadores.


Conheça os 08 frameworks mais usados no desenvolvimento web

Se você é um desenvolvedor web, não basta que você saiba o que é um framework e para que serve, mas é importante também, conhecer os frameworks mais utilizados no desenvolvimento web, inclusive para agilizar a sua implementação! Saiba mais aqui!

Quais são os 08 frameworks mais usados em desenvolvimento web

Confira quais são os eleitos melhores frameworks web (separados em front-end e back-end), conforme pesquisas realizadas com programadores:

Melhores frameworks web para desenvolvimento front-end

  1. Angular: esse é um framework especializado para criar aplicativos web avançados de uma única página. A versão Angular 1.x foi feita com base em JavaScript, e demais versões em Typescript (superconjunto do Javascript). Esse framework foi desenvolvido pelo Google, sendo utilizado por ele e, também, pela Microsoft e Paypal.
  2. React: trata-se de biblioteca de front-end, embora seja considerada uma estrutura. React foi o primeiro framework a usar arquitetura baseada em componentes, sendo o seu maior diferencial o domínio virtual, que torna o seu uso muito mais rápido e fácil de aprender. Esse framework foi desenvolvido e mantido pelo Facebook.
  3. Vue: esse framework relativamente novo, rapidamente tem se tornado um dos frameworks JS mais utilizado entre os desenvolvedores web. Utilizado para construir aplicativos front-end completos, esse framework não é suportado por nenhuma grande empresa.
  4. Ember: eleita a melhor estrutura Javascript em 2015, a comunidade desse framework permanece em expansão, com novos recursos e atualizações frequentes. Esse framework é utilizado pelo Google, Microsoft e Netflix.

Melhores frameworks web para desenvolvimento back-end

  1. Spring: possuindo uma estrutura Model-View-Controller em Java, esse framework possui muitos projetos que tornam o seu desempenho ainda maior. Esse framework é mais indicado para desenvolvedores que dominam a linguagem Java.
  2. Express: esse framework tem se tornando um dos mais famosos entre os desenvolvedores web, devido ao Node.js, e é utilizado por empresas renomadas como Accenture, IBM e Uber. Ele é baseado em estruturas mínimas, rápidas e que não são postuladas, além de suportar API REST.
  3. Django: utilizando Python que é uma linguagem famosa para quem trabalha com BI e Analytics, esse framework possui uma estrutura Model-View-Template; e é utilizado por empresas como Google, Youtube e Instagram. Alguns dos seus destaques são os conjuntos de recursos que incluem autenticação e mensagens, por exemplo. Além disso, possui um nível de segurança diferenciado.
  4. Rails: possuindo uma estrutura Model-View-Controller que usa Ruby, esse framework é utilizado por grandes empresas como Airbnb, GitHub e Shopify. Indicado para iniciantes por se tratar de um modelo de framework amigável, ele possui dependências de bibliotecas que ampliam as funcionalidades das aplicações, permitindo um desenvolvimento mais rápido e eficiente. 

Você já conhece ou já usa alguns desses frameworks web?

Se você já conhece ou faz uso de algum desses frameworks, provavelmente concorda que são muito úteis para agilizar e facilitar o desenvolvimento web. De qualquer forma, aprofunde-se mais nesse tema e tire proveito dessas práticas preestabelecidas para aperfeiçoar as suas implementações! No blog da ProgramaThor, temos um artigo sobre ferramentas para desenvolvimento web, vale muito a pena dar uma olhada! Caso haja dúvidas, sugestões ou comentários sobre o tema, escreva aqui!

Consiga um emprego!

Está procurando por uma oportunidade de trabalho como desenvolvedor? Você pode encontrar seu próximo emprego aqui na ProgramaThor, uma plataforma focada em vagas para desenvolvedores. Basta se cadastrar e completar seu perfil para começar a se candidatar às vagas que mais combinam com você! Veja nossas vagas,

Compartilhar

1 Comment

  1. Silvair L. Soares

    13 Fevereiro, 2020 at 11:10

    Parabéns pelo artigo!

    Obs.: No item “2 – React”, acredito que o correto seria “Virtual DOM” (de document ) em vez de “domínio virtual”.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*