Blog ProgramaThor

A plataforma de recrutamento para programadores pensada por programadores.

Saiba como usar Design Thinking para solucionar problemas!

Provavelmente você já tenha ouvido falar em Design Thinking: uma metodologia inovadora que tem apoiado muitas empresas a solucionar seus problemas e otimizar seus processos, produtos e serviços! Tudo isso de maneira criativa, assertiva, prática e ágil! Saiba mais sobre e lance mão dessa inovação em seu dia a dia.

Entenda o que é Design Thinking

Em resumo, o Design Thinking é uma metodologia criada para apoiar o desenvolvimento de produtos, serviços ou processos; visando a resolução de problemas. O método consiste em estimular as pessoas envolvidas no projeto, a usar criatividade e empatia para desenvolver soluções. Entra também experimentos para “testar” as soluções, o que ajuda a garantir a qualidade da entrega e aderência a necessidade e solução do problema. 

Essas características dividem a metodologia do Design Thinking em 3 pilares que são Criatividade, Inspiração e Empatia:

  1. Inspiração: é importante levantar o máximo de informações pertinentes aos cenários e usuários em potencial do produto, serviço ou processo. Isso levará à inspiração necessária para promover a criatividade e a empatia.
  2. Empatia: esse pilar trata da importância de se colocar, de fato, no lugar do cliente a fim de entender a necessidade. Além disso, a empatia nesse caso também considera o envolvimento de toda a hierarquia da empresa, em busca de um propósito em comum.
  3. Criatividade: a criatividade é item primordial na aplicação da metodologia, pois, é a partir dela que as ideias surgem e podem ser aplicadas na solução. O que deve ser ressaltado aqui, é que toda ideia é bem-vinda e deve ser bem explorada.
As melhores oportunidades para desenvolvedores.

Passo a passo para aplicar a metodologia

Veja como proceder para começar a usa o Design Thinking para desenvolver ou aprimorar os seus produtos, serviços ou processos:

  1. Procure imergir no problema: aqui, você deve focar em entender ao máximo o cenário a ser explorado, de modo a levantar informações essenciais como forças, fraquezas e oportunidades. Nesse momento é que deve ser escrito o escopo do projeto e definidos os seus limites. 
  2. Organize as informações: a partir das informações geradas na imersão do problema, você deve organizar os dados, de modo a reconhecer padrões e traçar estratégias de atuação. Toda documentação que puder ser criada nesse momento, deve ser considerada.
  3. Proponham soluções: essa é a hora em que todos os envolvidos no processo devem expor suas ideias. Essa etapa do processo também é conhecida como ideação, justamente pelo fato de que é aqui em que as ideias começam a ser levantadas, a caminho da ação. 
  4. Crie um MVP: o MVP (Mínimo Produto Viável) é o carro-chefe do Design Thinking e é um dos objetivos finais da metodologia ágil (por isso o Design Thinking é muito utilizado essa metodologia). Isso porque o MVP trata da entrega da solução, de fato, sendo um item de melhoria contínua e que deve demonstrar valor em sua entrega; permitindo testes e aceitando os erros como oportunidades de melhoria. É como se o projeto previsse a criação de um meio de transporte como uma moto, por exemplo, e na primeira entrega o MVP começasse por um patinete, na segunda, um patinete motorizado, na terceira, uma bicicleta motorizada e assim por diante, até finalmente chegar à entrega da moto. Vemos nesse exemplo entregas de valor, com melhoria contínua.
  5. Conclua o projeto: após fazer todos os testes dom o MVP, você chegará na solução ideal do problema e então, poderá implementar a solução.

Pontos importantes que caracterizam o Design Thinking

Confira alguns pontos que se destacam na metodologia e ajudam a descrevê-la e entendê-la melhor:

  • A metodologia prevê o envolvimento de pessoas com diferentes skills e de diferentes áreas, no time do projeto. Isso propõe a multidisciplinaridade;
  • Os erros devem ser bem aceitos, pois, constituem oportunidades de melhoria;
  • A visão do usuário final do produto, serviço ou processo; é fundamental para sucesso da metodologia.

Aproveite essas dicas e aplique já o Design Thinking!

E então, o que achou do Design Thinking? Em resumo, podemos definir o Design Thinking como um processo de levantamento do problema, definição da solução e testes dessa solução; como você pode ver no decorrer do conteúdo!

Aproveite essas informações e dicas de passo a passo e comece já a usufruir dos benefícios dessa metodologia! Caso haja dúvidas, sugestões ou comentários sobre o conteúdo, não deixe de escrever aqui! Compartilhe também a sua opinião sobre o artigo e continue nos acompanhando para mais conteúdos relevantes como este!

Desenvolvendo Apps: Desenvolvedores Android

Durante o primeiro artigo da série, expliquei os fundamentos dos conceitos de cada tipo de aplicativo feito pelos desenvolvedores mobile, e o porquê e quando fazê-los. Após essa breve explicação, mostrei quais são as linguagens nativas utilizadas para se programar em iOS, quando se utilizar de cada, e também a situação atual destas linguagens no mercado. Neste artigo, explicarei sobre o desenvolvimento de aplicativos com as linguagens nativas para o sistema operacional Android, além de situar como estão estas linguagens no mercado e seus profissionais (Desenvolvedores Android).

Continue reading

Programando Apps: Desenvolvedores iOS

Quando se pensa em qual linguagem de programação, framework e SDK utilizar para aplicativos mobile, deve-se considerar tanto o Front-End (UI) quanto o Back-End do desenvolvimento. O desenvolvedor mobile que está programando o lado Front-End deve estar em sintonia com o Back-End, e vice-versa. Nesta série de artigos, mostrarei quais são as linguagens e frameworks mais populares para o desenvolvedor mobile em cada plataforma – iOS e Android – além das linguagens cross-platform, que atuam em ambas as plataformas.

Neste artigo, iremos rapidamente falar um pouco sobre todos os tipos de apps que iremos comentar nesta série, e depois, iremos comentar um pouco sobre as linguagens utilizadas pelos desenvolvedores iOS.

Continue reading

Pequena ou grande empresa: Qual escolher?

Todas as empresas se desenvolvem e se estruturam de forma diferente. O que pode ser normal para uma empresa pequena, pode ser estranho a uma empresa grande. E quando chega a importante hora de decidir onde quer trabalhar, essas diferenças têm grande importância.

Continue reading

Tecnologias no mercado financeiro mais usadas

As tecnologias no mercado financeiro, assim como o mercado tradicional, possuem linguagens que se destacam pela sua performance e eficiência. Atualmente, tem sido extremamente raro encontrar desenvolvedores que sabem apenas uma linguagem de programação. A maioria dos programadores plenos e seniores, com certeza, sabe mais de uma linguagem. Criamos um artigo focando nas tecnologias destaque no mercado financeiro.

Continue reading
« Older posts