A grande maioria das notícias que inundam os meios de comunicação com dados referentes a pandemia, concedendo a todos informações sobre os avanços da doença, impactos econômicos, expectativas da descoberta de vacinas, etc.; não existiriam se não houvesse a análise de dados no combate a pandemia.

Esse recurso só é possível graças aos avanços tecnológicos que possibilitam, cada vez mais, a captura, levantamento e tratamento de dados; obtidos principalmente a partir de dispositivos móveis e sistemas de informação. Confira aqui nesse conteúdo, mais detalhes sobre como acontece a análise de dados no combate a pandemia.

Como a análise de dados no combate a pandemia, acontece?

A análise de dados em conjunto com tecnologias que utilizam inteligência artificial, tem sido fundamental para apoiar o combate à pandemia. O intuito disso é obter previsões confiáveis e em tempo real, para auxiliar as autoridades de saúde e governamentais, sobre como agir diante da situação de crise.

Com isso, profissionais de saúde como cientistas, médicos, epidemiologistas e, também, autoridades governamentais relacionadas à saúde; têm recorrido a modelos matemáticos, cruzamento de dados estatísticos, além de solicitar a criação e o aprimoramento de sistemas para levantar informações importantes.

Alguns dos dados disponíveis sobre a pandemia e que normalmente são utilizados nas análises são: 

  • Número de óbitos;
  • Número de infectados por período;
  • Número de resultados de testes positivos e negativos;
  • Rastreamento de pessoas que tiveram contato com infectados;
  • Fluxo de migração de pessoas;
  • Disponibilidade de serviços de saúde como UTIs;
  • Disponibilidade de medicamentos;
  • Mapas de densidade e demografia populacional.

Cruzando dados brutos como esses, é possível encontrar compatibilidade e comportamentos que geram algoritmos matemáticos. Assim é capaz de simular diversas informações importantes.

Exemplos do uso da análise de dados no combate a pandemia

Já pensou em um aplicativo de smartphone capaz de rastrear instantaneamente pessoas infectadas pelo coronavírus? Especialistas da Universidade de Oxford tem viabilizado um projeto com essa finalidade, cujo seria muito importante para apoiar a desaceleração da propagação da contaminação.

A simulação de cenários de contágio da doença é outro exemplo do que pode ser feito com a análise de dados no combate a pandemia. Quanto as ferramentas digitais, elas podem ajudar na criação de artefatos médicos ou realização de exames mais modernos e precisos.

A tecnologia a favor da saúde de todos!

Poder estimar o ritmo de disseminação do vírus, prever o número de infectados dentro de um período e, assim, determinar o volume de hospitalizações em decorrência da pandemia; são apenas algumas das informações que a análise de dados consegue prover.

Não há dúvidas do quanto essas informações ajudam a compreender o cenário atual e, também, preparar os serviços de saúde para a situação, além de informar e conscientizar toda a população. Prever a tendência da doença, é essencial para direcionar ações que visem minimizar o contágio. 

Sabendo desses detalhes, é fácil entender a importância da análise de dados no combate a pandemia, não é mesmo? Lembrando que, se você tiver dúvidas, sugestões ou comentários sobre o tema, não deve deixar de escrever aqui!

Consiga um emprego!

Está procurando por uma oportunidade de trabalho como desenvolvedor? Você pode encontrar seu próximo emprego aqui na ProgramaThor, uma plataforma focada em vagas para desenvolvedores. Basta se cadastrar e completar seu perfil para começar a se candidatar às vagas que mais combinam com você! Veja nossas vagas.

Compartilhar