Blog ProgramaThor

A plataforma de recrutamento para programadores pensada por programadores.


Ainda vale a pena programar em Java? Veja 4 motivos!

Se você já leu ou se informou sobre a área de programação, com certeza já deve ter ouvido falar do Java. Mesmo que nunca tenha escrito uma linha de código, é provável que já tenha visto alguma coisa relacionada no seu computador, como aquelas constantes atualizações que aparecem no Windows.

O fato é que o Java é uma das principais linguagens de programação de todos os tempos. Bilhões – isso mesmo, bilhões! – de aparelhos e servidores rodam Java, desde jogos no celular até sistemas bancários. Mas aí vem aquela dúvida: sendo uma linguagem criada há mais de 25 anos atrás, ainda vale a pena aprender a programar em Java?

Essa dúvida surge, pois o Java costuma ser muito criticado. Seja pela idade da linguagem, por sua complexidade ou vagareza em certos momentos. Geralmente,  códigos em Java são maiores do que em outras linguagens, precisando de mais classes e conexões. Mas isso faz a linguagem se tornar ruim e obsoleta?

Então… isso você descobrirá agora. Continue lendo!

1. Linguagem amplamente usada

O Java é mais do que uma linguagem para criar programas de computador. Ao longo do tempo ela se tornou tão dinâmica que hoje já abrange bilhões de dispositivos, como celulares, servidores, computadores domésticos e TVs, por exemplo. Devido a sua versatilidade, ela acabou se tornando a principal opção para o desenvolvimento de soluções.

Como consequência disso, hoje existe uma ampla demanda, pelas empresas, por programadores Java. Como é uma linguagem que está em todo lugar, ela está sempre em alta, precisando de pessoas que deem manutenção nos sistemas existentes ou que criem novas soluções. Mesmo que existam linguagem mais fáceis de se trabalhar, o Java acaba ganhando pontos por ter um legado incomparável.

2. Linguagem fortemente tipada

Apesar de ser uma opinião técnica, ela pode valer para você que está pensando em trabalhar com Java. O fato de ser uma linguagem fortemente tipada faz com que consigamos descobrir erros com mais facilidade. Antes de explicar o porquê, vamos descobrir primeiro o que é a tipagem dentro da programação em geral.

Quando você trabalha com desenvolvimento, é necessário definir variáveis a serem utilizadas. Por exemplo, quando queremos fazer uma soma, criamos uma variável para cada número e outra para o resultado. Fica mais ou menos assim:

int soma;
int num1 = 0;
int num2 = 0;​

soma =  num1 + num2;

No caso acima, criamos três variáveis, “soma”, “num1” e “num2”. E para saber quais são os tipos, colocamos “int” na frente de todos, para mostrar que são todas números inteiros. Isso é um exemplo de tipagem forte, já que nós dizemos que a variável só pode aceitar números inteiros.

Você precisa definir todos os tipos de variáveis que serão usadas. Isso é útil porque permite descobrir erros antes da execução do código, algo que não ocorre com o PHP, por exemplo. Além disso, a performance tende a ser melhor do que em linguagens com tipagem dinâmica.

3. Remuneração pomposa

Além de ser uma linguagem bastante difundida e utilizada, o Java é conhecido também por ser uma linguagem que remunera muito bem seus desenvolvedores. Como existe uma alta demanda para programadores de Java, as empresas tem oferecido muito dinheiro para conseguir conquistar quem entende da linguagem.

Isso acaba acontecendo porque o Java não é apenas uma linguagem de programação, mas um universo com diversas frentes e aplicações disponíveis. É possível hoje criar soluções móveis com o Android, trabalhar com servidores e aplicações web com o Spring MVC, desenvolver gráficos com o JFreechart, manipular e-mails no JavaMail, rodar testes no JUnit…

Enfim, as aplicações são inúmeras! Isso faz com que o programador Java seja um dos mais valorizados no mercado e que seja um dos mais bem remunerados dentre todas as linguagens de programação.

4. Comunidade ativa e vasta documentação

Uma das coisas que faz o Java ser uma linguagem tão apreciada é o fato de sua comunidade ser muito ativa. Isso faz com que exista uma documentação atualizada na internet, além de fóruns e pessoas que respondam as perguntas que surgem na hora de programar com a linguagem.

Isto é um sinal de que vale a pena investir em Java, já que será possível sanar as suas dúvidas, aprender outras funções com o passar do tempo e resolver os problemas com mais facilidade e apoio da comunidade. Além disso, uma comunidade ativa garante que a linguagem está a todo vapor, com novidades sendo lançadas a todo momento. Tudo isso acaba dando a certeza de que a linguagem ainda durará por muitos anos.

Nosso veredicto!

Sendo assim, vale a pena aprender Java? Vale sim e muito! Apesar de ser uma linguagem com muitos anos de mercado e que parece difícil de se aprender em um primeiro momento. Ainda assim, a linguagem Java é uma excelente escolha para se especializar e criar uma carreira (e que carreira!).

Se você se enxergou no mundo Java e tá afim de começar a programar com a linguagem, não deixe de conferir o nosso curso de Java. Ele é indicado para quem já tem conhecimentos de programação (ou não) e pretende iniciar no universo Java.

Com esse curso, você irá aprender a trabalhar com as IDEs do Java, ver como utilizar banco de dados em conjunto com a linguagem, além de concluir o curso pronto para criar suas próprias aplicações. Dá uma olhada lá e garanta a sua vaga.

No mais, espero que esse post tenha ajudado você a sanar as suas principais dúvidas sobre a linguagem e o seu mercado de trabalho. Abraços e até a próxima!

 

java becode

 

Compartilhar

Sobre o autor

Daniel Soares
Daniel Soares
Entusiasta de TI desde 2008, sou formado em Telecomunicações e estou concluindo graduação em Sistemas de Informação, em Portugal. Experiente com desenvolvimento web (PHP, Ruby on Rails) e gestão de projetos. No meu tempo livre, costumo escrever sobre cultura pop.

4 Comments

  1. Legal, muito legal seu artigo.

  2. Bacana o artigo.
    Contudo, o PHP 7 traz recurso de tipagem. Ainda que a versão 7 aceite declarações não tipadas, é possível tipar variáveis, o que resulta em mais performance.
    Aliás, esse recurso trazido na versão 7 do PHP é um dos responsáveis pelo salto gigantesco na melhora de performance do PHP.

  3. Gostei do artigo, devido a questão de vários usuários e também pela quantidade de material disponível, vou optar por aprender java! Me disseram que depois que já estiver bom em programação, fica fácil aprender outra linguagem. Bora iniciar o aprendizado!

  4. Guilherme Henrique

    6 Novembro, 2018 at 15:56

    Belo artigo ! Parabéns Daniel!!!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*